Buscar por "bares"

231 resultados

Lista

Locais

Coordenadas Bar - Karaokê em Botafogo

Quarta-feira é dia de soltar a voz no Karaokê do Coordenadas Bar, acompanhado pelo som da banda Los Muchachos, a partir das 20h30. Com repertório variado- são mais de 300 músicas de artistas consagrados como Michael Jackson, Bruno Mars, Lulu Santos, The Police e Beatles - a banda divide o palco com o público da casa. O gogó vencedor da noite ganha R$ 150 de consumo no bar. Outra boa é que às quartas as garrafas de vinho e espumante saem com 50% de desconto. 

Happy-hour com gim: onde tomar drinques no Rio

  • Endereço : Rua da Passagem, 19, Botafogo
  • Telefone : (21) 3593-5003

Sarreufa Club (Sinuca da Bambina) - Karaokê em Botafogo

O lema é sinuca, karaokê e cerveja, não necessariamente nessa mesma ordem. O inferninho em Botafogo - com área ao ar livre, salão com sete mesas de bilhar e lounge (o palco da cantoria)  - atrai público alternativo toda quinta-feira, a partir das 19h. O cardápio sonoro conta com mais de oito mil músicas para soltar o artista que habita em você.  

Onde tomar cervejas artesanais em Botafogo

Bar Bombay

Um bar com vista para o skyline do Centro do Rio e para a Baía de Guanabara e coquetéis exclusivos e refrescantes. Esse é o jeitinho carioca de se beber drinques no Art Rio 2018, no espaço criado por Bombay Sapphire, gin do portfólio premium do Grupo Bacardi. Com o mote “Stir Creativity”, a marca fez parcerias inéditas com o mixologista Alex Mesquita e os artistas plásticos Adriana Marto, Olivia Lambiasi e Rogério Pedro, responsáveis pela cenografia do espaço. Na carta, o Bombay Clover Club, que leva gin Bombay, vermute, limão siciliano e geleia de framboesa, já é um dos preferidos do público. Quem quiser soltar a criatividade, pode pedir o drinque Canvas e criar sua própria versão usando os insumos do “garnish lab”. O Bar Bombay já nasce como um dos points do evento.

Top5 happy-hour com gim

Boteco Colarinho

No buxixo dos bares da rua Nelson Mandela, em frente ao metrô de Botafogo, o Boteco Colarinho tem amplo salão, com vista para as 30 torneiras de cervejas especiais, e mesinhas na calçada, que lotam no happy-hour. A seleção dos rótulos é feita pela bieersommelier Bianca Lena, que muda a cada semana, uma boa pedida para quem gosta de explorar diferentes estilos e cervejarias. Na carta fixa, estão as cervejas Pilsen (R$ 8,90), Weiss (R$ 11,90), nos copos de 300ml, e a Old School Session IPA (R$ 13, 90 - half pint). A seleção de comes é grande. A dica é aproveitar os preparos na brasa, como o trio de linguiça, coração e pão de alho (R$ 14,90).

Jessica Sanchez, mixologista: caipirinha do Astor

A premiada bartender Jessica Sanchez quando não está preparando caipirinha no seu Vizinho Gastrobar (R$ 25)  - um dos melhores bares de drinques da cidade - gosta de apreciar o coquetel com vista para a praia de Ipanema, no Astor. 

"Pra mim, a melhor e mais clássica caipirinha do Rio é a do Astor (R$ 23 a R$ 29). É servida num copo grande, o que eu acho super digno, e  é feita como deve ser: mexida. E eles têm várias opções de cachaça. Ela vem sempre super equilibrada. É normal olhar para o balcão e ver o Paulo (bartender super antigo da casa) fazendo 10 de uma vez só. Super rápido, super preciso. Adoro sentar no balcão e assistir ele trabalhando. Sou fã", elogia Jessica.