Buscar por "praia"

316 resultados

Lista

Locais

14ª edição Burger Fest

São 27 novos hambúrgueres rolando na cidade de uma só vez, mas só até dia 30 de maio, quando acaba o Burger Fest 2019. Cada restaurante participante do circuito preparou uma receita inédita e exclusiva para o evento. O Heat Firehouse, no Leblon, estreia no festival de hambúrguer com receita do chef Elia Schramm: blend da casa com cheddar, chillibeans e molho pico-de-galo (R$ 49). Tem até restaurante oriental na brincadeira. O Ko ba Izakaya serve o burger de copa lombo de porco, maionese da casa, molho tonkatsuo e saladinha de repolho (R$39). Na praia de Ipanema, é possível saborear os cinco mini hambúrgueres de siri com molho aioli e cebolas roxas caramelizadas. (R$52) no quiosque Marea

Confira a lista de participantes do Burger Fest 2019: B de Burger, Beef Bar (foto), Birreria Escondido, Blend Steak Bar, Brasserie Mimolette, Bullger, Burgers., Casarão 1903, CT Brasserie, Curadoria, Doma Hamburgueria, Encarnado Burger, Balada Burger, Heat Firehouse, Ko Ba Izakaya, Luce Cucina & Pizza, Marea, Maria e o Boi, Meza Bar, Nola, Pato com Laranja, Pobre Juan, Prize Burger, TT Burger Ipanema, Zazá Bistrô, Zuka.  

Hotel Janeiro | Janeiro

Inaugurado no fim de 2018, o hotel Janeiro, na praia do Leblon, oferece distintas experiências gastronômicas, todas com vista deslumbrante e imponente da orla do Rio - do Morro dos Irmãos, passando pelas Ilhas Cagarras até o Arpoador. A gastronomia do hotel é comandada pelo chef Daniel Pinho, já a coquetelaria fica a cargo do bartender Thiago Teixeira (ex-Stuzzi). No restaurante Janeiro, no segundo andar do hotel, é servido almoço e jantar, além de café da manhã (R$70 - diariamente, das -7h30 às 10h30), tanto para hóspedes quanto passantes. O foco são receitas com frutos do mar na brasa, como os camarões (R$ 46) de entrada e o polvo com batata ao murro, aioli e tomate confit (R$ 88). 

Os melhores restaurantes da Dias Ferreira

Hospedaria Rio | No Quintalzinho

Se o Rio de Janeiro hoje tem um bairro onde tudo acontece, esse bairro é Botafogo. Dos bares e restaurantes mais descolados, os eventos mais frequentados, às noites mais agitadas, a região virou destino certo de jovens que buscam experiências autênticas com clima informal. Foi nesse contexto que surgiu o No Quintalzinho, que era temporário, mas vingou. O projeto rola duas vezes na semana (quintas e sextas, das 18h às 22h) ocupa a charmosa área externa da Hospedaria Rio, opção charmosa com quartos coletivos e suítes. Um pé de saputi serve de cenário para as comidinhas de Carolina Portal, da Tipi’oka, e o bar de drinques de Duda Itajahy, da Beba Liquefeito. 

Confira cinco bares novos em Botafogo. Imperdível!

A ideia é que a cada estação o cardápio de tapiocas e quitutes ganhe novos sabores, assim como os coquetéis, tudo com uma pegada brasileira. Para o outono, tapioca de queijo meia cura com pesto de manjericão e hortelã (R$ 12), sanduíche de carne louca e pamonha salgada (R$16, cada). Para molhar o bico tem promoção: um drinque por R$20 e três por R$50. Caipirinhas, gim tônicas e coquetéis autorais para brindar no happy-hour.

Copacabana Palace | Cipriani, Mee e Pérgula

O quase centenário Copacabana Palace adentrou 2019 com boas-novas quando o assunto é gastronomia. É que agora dois de seus três restaurantes têm uma estrela Michelin cada. Estreante, o italiano Cipriani, agora é comandado por Nello Cassese, que lançou no cardápio pratos como o ravioli cacio e pepe, com pimentão queimado e lardo (R$ 96 - foto) e o frango com aspargos, ervilha, alho negro, molho diavola (R$ 130). Já o asiático Mee, agora sob batuta de Itamar Araújo, conquistou a estrela pelo quinto ano consecutivo. O menu degustação custa R$ 390. À la carte, há o sashimi do dia (R$ 51, seis unidades) e o pad thai (R$ 102). 

Já o Pérgula, restaurante mais despojado do Copacabana Palace, oferece vista para o vai e vem da praia de Copacabana e da icônica piscina do hotel. A cozinha de ares mediterrâneos agora é comandada pelo chef Filipe Rizzatto. O menu à la carte começa com queijo de ovelha, figo caramelado ao balsâmico e mix de folhas (R$ 62). O polvo grelhado, batatas ao murro e molho romesco (R$ 102) é uma sugestão para o principal. Aos domingos, o restaurante serve seu clássico brunch (R$ 275), com espumante à vontade. 

Os melhores brunchs do Rio

Hotel Arpoador | ARP

Inaugurado em 1974, o Arpoador acaba de ser totalmente repaginado, e a curadoria gastronômica acompanhou a modernização do hotel. O cozinha e bar ficam a cargo da consultoria de duas grandes profissionais: a estrelada chef Roberta Sudbrack e a mixologista Néli Pereira, do Zebra Bar (SP). O espaço batizado de ARP é um bar de praia, com serviço de café da manhã, almoço e happy-hour. A vista para a orla do Arpoador ao Leblon, com o Morro Dois Irmãos no horizonte é cortesia da casa para cada hora dia. Para brindar, coquetéis autorais que traduzem o estilo carioca, todos com ingredientes brasileiríssimos. 

A cozinha do hotel Arpoador ainda está em soft-opening, mas o cardápio de café da manhã já pode ser apreciado também por não-hóspedes. Custa R$71 por pessoa o buffet. Entre as opções a la carte, com cara de brunch, receitas como ovos beneditinos (R$29) e tartine de salmão defumado (R$39). Então, por que não uma Mimosa (R$26) para acompanhar!?