Buscar por "drinques"

176 resultados

Lista

Locais

Sérgio Rabello, dono do Galeto Sat's: caipirinha do Garoa Bar Lounge

Ícone da boemia carioca, o proprietário do Galeto Sat's, Sérgio Rabello, é cachaceiro dos bons. Prova disso é que suas duas casas, em Copacabana e Botafogo, oferecem mais de 300 rótulos da bebida, e claro, excelentes caipirinhas. Entendido do assunto, ele tem sua preferida no Rio. 

"A caipirinha do Garoa (bar de drinques no Leblon) é bem servida. Feita com cachaça Tellura, limão tahiti ou abacaxi, cortados no hora, isso é importante, e com bastante gelo", destaca Serjão. Custa R$ 25.

Top5 galetos do Rio para ir depois da praia




Jessica Sanchez, mixologista: caipirinha do Astor

A premiada bartender Jessica Sanchez quando não está preparando caipirinha no seu Vizinho Gastrobar (R$ 25)  - um dos melhores bares de drinques da cidade - gosta de apreciar o coquetel com vista para a praia de Ipanema, no Astor. 

"Pra mim, a melhor e mais clássica caipirinha do Rio é a do Astor (R$ 23 a R$ 29). É servida num copo grande, o que eu acho super digno, e  é feita como deve ser: mexida. E eles têm várias opções de cachaça. Ela vem sempre super equilibrada. É normal olhar para o balcão e ver o Paulo (bartender super antigo da casa) fazendo 10 de uma vez só. Super rápido, super preciso. Adoro sentar no balcão e assistir ele trabalhando. Sou fã", elogia Jessica. 

Alex Mesquita, mixologista: Caipirinha do El Born

Um dos mixologistas mais premiados da cidade, Alex Mesquita, que hoje é embaixador da Cachaça Leblon e presta consultoria para bares e restaurantes, foi um dos que indicou a melhor caipirinha do Rio.

"O El Born, em Copacabana, prepara a caipirinha da maneira clássica: adiciona-se limão, açúcar, com maceração leve,  gelo por cima e cachaça, com bebida refrescada com a bailarina. Este é o procedimento correto para a tradicional caipirinha. O que me chama a atenção é que o Zan Andrade e sua equipe fazem sempre da mesma maneira, seguindo a receita clássica, mantendo o padrão de qualidade". 

Top5 bares de drinques em Copacabana

Noo Cachaçaria

Se você não vai ao mar, o mar vai à Praça da Bandeira. A Noo Cachaçaria recebe, toda quinta-feira, ostras de Santa Catarina. A porção com seis unidades custa R$28 e pode chegar à mesa com um tempero a base de cachaça. Para acompanhar, cervejas, drinques e as batidinhas casa (R$ 6, a unidade).

Confira nosso top5  Praça da Bandeira.

Nosso

Com o mixologista Tai Barbin no comando das coqueteleiras e o chef Bruno Katz na cozinha, o Nosso, em Ipanema, oferece happy-hour no balcão do gastrobar toda quinta-feira. Meia-dúzia de ostras com sorbet de Bloody Mary, espuma de limão e quinoa crocante mais dois daiquiris saem por R$ 69. A combinação é servida a partir das 19h - vale chegar cedo porque os moluscos fresquinhos saem que nem água!