Buscar por "bar da gema"

3 resultados

Lista

Locais

BÔNUS: melhores coxinhas do Rio

As delícias que não podem ficar de fora de nenhuma lista sobre as melhores coxinhas do Rio, com receitas tradicionais e criativas. 


LARICA TOTAL
Fondue de Coxinha! O nome já diz tudo. Trata-se de um patrimônio do Bar da Frente, na Praça da Bandeira. A porção (R$19,40) vem com quatro unidades e um rechaud de creme de queijo para besuntar cada mordida. 

BAR DA GEMA
Outra entidade carioca é a coxinha do Bar da Gema (R$6 - unidade). O petisco é motivo de abstinência na cidade: é servida somente às terças-feiras. Prove esta iguaria e entre para o coro dos que clamam pela permanência do salgado no cardápio 365 dias por ano.

TRADIÇÃO
Outra coxinha tradicional da Zona Norte é a da Confeitaria Vilamore, em Vila Isabel. É de frango com catupiry e custa R$8,90 a unidade. 

DOSE DUPLA
O patrão ficou maluco e toda quarta, a partir das 17h, tem coxinha em dobro no balcão do Bar Madrid, na Tijuca. Ou seja, duas coxinhas por R$5. O recheio é de galinha caprichado no alho poró. Se perder a barbada, às sextas tem repeteco da receita, mas sem dose dupla. 

LANCHINHO DA MADRUGADA
Quem nunca apelou para aquela coxinha com catchup e refrigerante durante a madrugada? Neste quesito, o Rio tem dois clássicos, administrados por membros da mesma família: as lanchonetes Fornalha (R$5,20) e Catarina, onde são servidas coxinhas 24 horas por dia. 

Polenta frita com rabada | Bar da Gema

"Os petiscos do Bar da Gema já deveriam ter sido tombados. A polentinha com rabada (R$18) é daqueles que você suja a mão, lambe os dedos e fica triste demais quando acaba. Vale encostar no balcão e bater um papo com a Luiza. Se for às terças, vai comer a melhor coxinha do mundo e, dependendo do papo, ganha um torresmo de presente da Musa das panelas".

Saiba quais são os petiscos preferidos do chef Elia Schramm

Terça-feira: coxinha, no Bar da Gema

O Da Gema, na Tijuca, é um dos muitos redutos do bairro que exaltam a cozinha de boteco em níveis insuperáveis. Em um passeio completo pelo cardápio, o risco de errar na pedida é zero, com receitas sempre bem acompanhadas por cerveja de garrafa gelada (em composição bonita como a da foto acima) ou por caipis primorosas (veja aqui nossa seleção de caipirinhas no Rio). Mas o petisco que causa frisson (e abstinência!) é a indefectível coxinha (R$6, a unidade) preparada pela “musa das panelas”, Luiza de Souza, somente às terças-feiras. Prove esta iguaria e entre para o coro dos que clamam pela permanência do salgado no cardápio 365 dias por ano.