Calendário dos melhores festivais de Paraty

De junho a outubro, o roteiro dos eventos de arte e cultura que agitam a Costa Verde

Por Bruna Velon

A cidade de Paraty, com seu charmoso Centro Histórico e suas praias de águas cristalinas,  é um dos melhores destinos no estado do Rio de Janeiro,  localizada no litoral Sul, que vale a viagem por si só. Mas a escapada pode ficar ainda melhor se você for além dos roteiros convencionais. Que tal  se programar para curtir o calendário dos melhores festivais de Paraty em 2017? Eventos de jazz, literatura, cachaça, fotografia e música fazem da cidade uma ótima opção para quem busca atrativos culturais de primeira.

Junho: Bourbon Festival Paraty

Excelentes shows gratuitos distribuídos em palco e ruas do Centro Histórico de Paraty são as atrações do Bourbon Festival, que acontece de 9 a 11 de junho. A 9ª edição traz, entre as atrações internacionais, o trompetista Wallace Roney, o guitarrista Joe Louis Walker e o gaitista Gregoire Maret, todos dos EUA. No elenco brasileiro, participam da edição 2017 a dupla André Frateschi e Miranda Kassin, a grande revelação Mestrinho e seu acordeon, os baixistas Pipoquinha e Thiago Espírito Santo, o saxofonista Leo Gandelman e a Hammond Grooves. Como nos anos anteriores, a  Orleans Street Jazz Band vai circular pelas ruas do Centro Histórico de Paraty levando música e diversão a todos.

Julho: Flip

Um dos mais relevantes eventos sobre literatura do país, a 15ª edição Festa Literária Internacional de Paraty acontece de 26 a 30 de julho de 2017. Como de praxe, todo ano há um autor homenageado que, desta vez, será Lima Barreto, que criou uma das obras mais plurais e inovadoras da literatura brasileira. A curadoria da Flip 2017 ficou a cargo de Josélia Aguiar que pretende também “valorizar a experiência corporal de estar em Paraty, fortalecer sua dimensão literária e reforçar o diálogo com outras artes, uma marca sua desde a primeira edição”. A programação conta com diversas mesas, onde participam grandes nomes da literatura mundial e nacional. Para pais que pensam em viajar com filhos, a Flip oferece também programação infantil.

Confira mais informações no site: www.flip.org.br.

Agosto: Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty

A "marvada" é a estrela desse fim de semana de agosto em Paraty. O "Festival da Pinga" acontece por lá desde 1982, no entanto, impulsionada por outros eventos do calendário cultural da cidade, acabou ganhando mais notoriedade nos últimos anos. Em 2017, o Festival da Cachaça será de 17 a 20 de agosto, de quinta a domingo, no areal do Pontal. O evento acontece em uma única tenda, com quiosques dos alambiques tradicionais, como Pedra Branca, Paratiana, Engenho d’Ouro, Coqueiro e Corisco, onde é possível degustar e comprar os rótulos. Para completar, palco com shows gratuitos e barracas de comidas organizadas pelo Polo Gastronômico de Paraty.

Setembro: Paraty em Foco

De 13 a 17 de setembro, a cidade receberá os amantes e profissionais da fotografia. Este será o 13º Festival Internacional de Fotografia, o Paraty em Foco, que terá como tema “Fotografia: Documento e Ficção”. O homenageado será Flávio Damm, fotojornalista que extravasou os limites do factual para construir uma poética do instante de inspiração bressoniana. A proposta é levar ao público fotografias de alta qualidade, de diversas vertentes, e estabelecer um espaço para que fotógrafos, artistas, pensadores, amadores e entusiastas em geral possam se encontrar e trocar experiências na fotogênica Paraty.

Outubro: Festival Mimo

De 6 a 8 de outubro é a vez de visitar Paraty  para curtir o Mimo, festival de música gratuito que acontece em diversas cidades do Brasil, tendo com cenário belos patrimônios arquitetônicos. Além de diversos shows de artistas nacionais e internacionais, o evento desenvolve atividades relacionadas a cinema, patrimônio e educação. Os concertos gratuitos ocupam belos cenários, desde o interior de igrejas seculares aos jardins de cidades históricas. É uma experiência única, que avança em todas as vertentes da música e explora linguagens e gêneros distintos, do jazz à erudita, popular e eletrônica, promovendo apresentações de artistas consagrados, novos nomes e encontros originais.